O que é a certificação NR-35, e a importância da sua aplicação para trabalhos em altura

Seja qual for o tipo de ambiente de trabalho, uma vez que há presença de riscos ocupacionais, é fundamental a busca por medidas preventivas que garantam a saúde e a segurança.

Para atividades em altura, esse pensamento não é diferente, já que é inimaginável um colaborador desempenhar uma tarefa em altura sem a correta seleção e o uso dos adequados equipamentos de proteção individual previstos na NR-35.

Norma regulamentadora específica para o trabalho em altura, a NR-35 é uma importantíssima ferramenta auxiliadora quando o assunto é controle de riscos em atividades realizadas a, no mínimo, dois metros do nível mais inferior. Contudo, infelizmente, muitas empresas e colaboradores ainda desconhecem/negligenciam o que está estipulado nessa norma, colocando em risco a saúde ocupacional.

Com intuito de esclarecer mais sobre o assunto, preparamos um conteúdo abordando os principais pontos acerca da NR-35.

Entenda o que é a NR-35

A NR-35 é a norma que especifica a forma de controlar os riscos ocupacionais nas atividades em altura. Com isso, seu principal objetivo é reduzir o número de acidentes de trabalho nessas ocasiões, já que um acidente em altura, quando não mata, deixa o colaborador consideravelmente incapacitado.

Nesse contexto, a NR-35 trouxe diretrizes únicas para as empresas aplicarem dentro do processo de trabalho, informando sobre procedimentos técnicos adequados, saúde ocupacional e treinamentos.

Quem deve aplicar a NR-35?

Não importa se a empresa é privada ou uma repartição pública, uma vez que há tarefas sendo executadas a, no mínimo, 2 metros de altura do nível mais inferior, é obrigatória a aplicação da NR-35.

Cabe enfatizar, ainda, que, nessa norma, há especificações direcionadas tanto para os empregadores quanto para os colaboradores, ou seja, a responsabilidade de ambos interfere na redução de acidentes de trabalho em altura.

Veja as principais vantagens da NR-35

São várias as vantagens que a NR-35 garante no ambiente de trabalho. Confira abaixo três delas.

1) Capacitação
Antigamente, a informação que o trabalhador tinha sobre o risco desse tipo de tarefa era muito pouca, o que aumentava, assim, as chances de realizar procedimentos classificados como inconsequentes (devido ao elevado risco).

Já com a introdução da NR-35, o colaborador, de certa forma, tomou conhecimento maior sobre as suas atividades desempenhadas, elevando o seu nível de capacitação e, por consequência, reduzindo as chances de um acidente de trabalho.

2) Saúde ocupacional
Se há colaboradores mais capacitados desempenhando tarefas de risco, sem dúvidas há promoção da saúde ocupacional.

Com base nisso, por se tratar de uma norma que especifica várias medidas preventivas (seleção de Equipamentos de Proteção Individual — EPI’s, análise de risco, procedimentos técnicos etc.), a NR-35 é uma importante diretriz para a garantia da saúde nesse específico ambiente de trabalho.

3) Proteção
A aplicação correta da NR-35 eleva a proteção e, se existe segurança em um local, o empregador é beneficiado, já que haverá menos acidentes de trabalho (o que implica menos gastos financeiros e melhores índices de produtividade).

A Estimate tem certificação NR35 para trabalho em altura. Investimos continuamente na melhoria de processos e trabalhamos com produtos que oferecem máxima qualidade e durabilidade, além de priorizar a segurança e integridade da nossa equipe.

Faça Um Orçamento Sem Compromisso!

Oferecemos aos nossos clientes um serviço com perfeito acabamento e total garantia em qualquer lugar do país. Estamos à vossa inteira disposição e prontos para servi-los.
Manutenções Elétricas Residenciais e Industriais

Revisão de instalações elétricas reduz consumo de energia

Além da economia na conta de luz, o serviço proporciona maior segurança ao usuário e ao patrimônio Não há dúvidas de que o avanço da tecnologia e o maior poder aquisitivo da população brasileira transformaram a forma de consumir energia. Uma casa, por exemplo, dimensionada há vinte anos para um chuveiro e uma geladeira, precisa hoje

Leia Mais »

Dicas para personalizar Fachadas: o cartão de visita de qualquer residência

Confira neste guia 7 materiais utilizados para revestimento externo, além de suas vantagens, aplicações e inspirações. As fachadas merecem o mesmo cuidado e planejamento do projeto de interiores para garantir sintonia e uma boa transição entre o ambiente externo e o interno. Fale conosco PEDRA A utilização de pedras como revestimento de fachadas é uma

Leia Mais »

A importância da proteção passiva contra incêndio em forros

A importância da proteção passiva contra incêndio em forros Na proteção passiva contra incêndio, os forros são considerados mais um revestimento, juntamente com estruturas de suporte, fixações e outros materiais de isolamento. Geralmente, comete-se o erro de não considerá-lo como um elemento estrutural, mas como uma superfície que oculta a parte inferior da estrutura da

Leia Mais »

Prestação de Serviços de Mão-de-obra em Condomínios

Serviços em Condomínios PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DEMÃO-DE-OBRA PARA CONDOMÍNIOS, LOTEAMENTOS, CHÁCARAS E SÍTIOS Instalações e manutenções A ESTIMATE garante o serviço de instalações e manutenções para condomínios com qualidade, eficiência e profissionalismo, aliado ao custo-benefício. Prestação de Serviços de obra que exigem a emissão da ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) reparos e Reformas Somos especializados

Leia Mais »

Outono: A Melhor Época Do Ano Para Podar Cercas Vivas

Qual mês para poda de árvores? Quando pensamos no outono, a primeira imagem que vem a nossa cabeça é a de folhas secas e amareladas caindo dos galhos das árvores. Mas esse é também o período, segundo especialistas, mais favorável para podar e adubar as plantas. Pode podar no inverno? A poda de Inverno é

Leia Mais »
Rolar para cima